Oportuni

 

Apresentação

O desenvolvimento do mercado de trabalho no Brasil é marcado por uma constante e pujante valorização da capacitação de profissionais em todas as áreas.  Dentro deste contexto destaca-se uma dicotomia, onde o outro lado apresenta um mercado carente de oferta mão de obra qualificada e preparada para ocupar as vagas disponíveis.

A realidade em dados demonstra que mesmo diante de um alto índice de desemprego (9,8% no trimestre encerrado em maio de 2022), o Brasil vive “um apagão de mão de obra”, conforme resume o economista Ricardo Henriques, superintendente do Instituto Unibanco.

De forma contraditória, é notório em nossa região que, mesmo com capacitação formal, muitos acadêmicos encontram dificuldade no processo de candidatura e seleção para vagas vigentes disponíveis.

Partindo deste cenário, a Coordenadora do curso Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos, nas modalidades presencial e EAD, Professora Ma. Sara Cordeiro Coelho Pavarini, com a Professora do curso, Professora Especialista Midhiã Souza, realizaram uma sondagem dos principais problemas que os recrutadores estavam encontrando no processo de seleção a fim de buscar uma solução para auxiliar os acadêmicos na preparação, busca e processos seletivos de vagas.

Tendo em vista a necessidade de reduzir a lacuna evidente no mercado e proporcionar uma aproximação dos acadêmicos da IES e as oportunidades disponíveis no mercado surge o projeto Escritório de Desenvolvimento Humano — OportUni, que tem na sua sigla também sua missão central, gerar oportunidades. Oportunidades de desenvolvimento profissional para todos os acadêmicos da IES, oportunidade de prática profissional para acadêmicos do curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos e por fim, com resultado mais abrangente aproximar a academia das necessidades do mercado de trabalho.

Abaixo a identidade visual desenvolvida pela equipe de Marketing da IES para o desenvolvimento do projeto:

Conciliação, mediação e justiça restaurativa

O NPJ da UniSecal, em parceria com o Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (CEJUSC de Ponta Grossa), disponibiliza à comunidade metodologias autocompositivas de soluções de conflitos na área de Direito de Família e Direito Penal.

Para isto, o NPJ está estruturado de forma física e operacional para realizar as conciliações, as mediações e os círculos restaurativos e também pessoalmente, uma vez que acadêmicos e professores são capacitados para atuar nestas metodologias.

Dispositivos Legais

Destaca-se a importância do projeto no cumprimento do tripé nos pilares: ensino, pesquisa e extensão previstos na Constituição Federal, no Art. 207.

  • Ensino: atuação das práticas dos acadêmicos no escritório sob a orientação da coordenação e professores do curso.
  • Pesquisa: coleta de dados para análise do mercado de trabalho regional, propiciando a construção de trabalhos científicos a serem desenvolvidos por professores e alunos.
  • Extensão: ofertas de cursos e oficinas abertas para comunidade e abertura para empresas na divulgação de vagas e seleção de acadêmicos.

O projeto também atende a curricularização da extensão, ou creditação (curricular) da extensão, estratégia prevista no Plano Nacional de Educação (PNE), foi regulamentada pela Resolução nº 7 MEC/CNE/CES, de 18 de dezembro de 2018. Estabelece que “as atividades de extensão devem compor, no mínimo, 10% (dez por cento) do total da carga horária curricular estudantil dos cursos de graduação, as quais deverão fazer parte da matriz curricular dos cursos”; e instrui o INEP a considerar, para autorização e reconhecimento de cursos.

(I) o cumprimento dos 10% de carga horária mínima dedicada à extensão;

(II) a articulação entre atividades de extensão, ensino e pesquisa;

(III) os docentes responsáveis pela orientação das atividades de extensão nos cursos    de graduação.

Objetivo Geral

 Como objetivo geral do projeto destaca-se integração e aproximação dos acadêmicos do mercado de trabalho, de maneira prática e efetiva. Oportunizando o desenvolvimento profissional e humano dos acadêmicos de todos os cursos da IES e a prática profissional especificamente dos acadêmicos do curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, presenciais e EAD, que atuarão como agentes de transformação no projeto.

Objetivos Específicos

     No que tange os objetivos específicos do projeto destacam-se:

  • Diagnosticar as necessidades dos acadêmicos quanto ao ingresso no mercado de trabalho;
  • Orientar e desenvolver a identidade profissional dos discentes da instituição;
  • Promover parcerias entre empresas e a instituição para divulgação de oportunidades de trabalho/vagas;
  • Auxiliar empresas parcerias com indicação de profissionais que possuem as competências e habilidades procuradas;
  • Estimular o desenvolvimento prático de competências e habilidades específicas dos acadêmicos do curso de Tecnologia em Recursos Humanos.

Estrutura

O Escritório de Desenvolvimento Humano contará com atendimento presencial e digital por meio dos seguintes recursos:

  • Escritório físico no Campus Barão do Cerro Azul — atendimento aos acadêmicos nas sextas-feiras, 19h as 21h 50m, durante o período letivo;
  • Espaço mural físico no Campus Barão do Cerro Azul onde são divulgadas as vagas recebidas e triadas pelo escritório.
  • E-mail: oportuni@unisecal.edu.br
  • LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

O Escritório de Desenvolvimento Humano contará com atendimento, presencial e digital, a partir do segundo semestre de 2022, nas seguintes atividades:

  • Orientação para criação e revisão de currículos;
  • Orientação para entrevistas e simulação de dinâmicas;
  • Oficinas, cursos e orientação individualizada para busca de vagas nos meios digitais;
  • Oficinas e cursos para o desenvolvimento de marketing pessoal;
  • Oficinas e cursos para construção de imagem profissional;
  • Testes comportamentais para identificação de pontos fortes e fracos para o desenvolvimento profissional;
  • Criação de banco de oportunidades com vagas e currículos para vagas triadas pelo escritório;
  • Oficinas e treinamentos para criação e Plano de Desenvolvimento Individual — PDI dos acadêmicos.

Os acadêmicos do curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos terão participação ativa em todas as atividades do escritório com a devida supervisão da coordenação do curso e professora responsável.

No início do semestre será disponibilizado o calendário de atividades e a carga horária obrigatória que deverá ser cumprida no escritório para cada período.

NPJ