fbpx

Podcast desenvolvido por comunidade da UniSecal lança episódio sobre videogames!

Como instituição, a UniSecal estimula todo e qualquer projeto que integre a comunidade acadêmica, trazendo a sensação de pertencimento e encaixe social. Foi nesta linha que o professor Aknaton Toczek Souza, coordenador do curso de direito, propôs que acadêmicos idealizassem um podcast que abordasse temas da rotina comum a diversas faixas etárias e classes sociais. O mais recente episódio, lançado no dia 20 de setembro, trata sobre questões ligadas a jogos eletrônicos.

O podcast é conduzido pelos acadêmicos Matheus Schimilouski e Jéssica Amanda e pelo professor Aknaton, porém diversos convidados fazem participações especiais. O público alvo do programa são os acadêmicos da UniSecal, embora possa ser acessado, e interessante, também para a comunidade em geral. Como o público formado por acadêmicos e professores é extremamente diverso e plural, são escolhidos temas que estão relacionados as mais diversas rotinas e estilos de vida.

No mais recente episódio, de número nove, foram escolhidos os vídeos-games como foco da discussão. “A dinâmica da abordagem do tema se deu por pessoas que fazem parte do universo dos jogos, com discussões ligadas aos games antigos, que são considerados clássicos, bem como aos atuais. Foi discutido também as tecnologias por trás envolvidas, a acessibilidade financeira em ter equipamentos para jogar e as ligas acadêmicas de competição que estão surgindo”, comenta Matheus.

Formado em direito pela UniSecal, Matheus comenta que projetos como esse são de extrema importância, pois fazem com que acadêmicos se sintam parte da universidade a que estão ligados. “Projetos como o podcast são maneiras atuais e descontraídas de fazer com que alunos que não se sentem à vontade de integrar outros projetos desenvolvidos como a Atlética, possam ter esse espaço diferenciado de expressão e de criação de conteúdo, expressar sua opinião sobre os mais diferentes assuntos e ajudar a construir a universidade, que é um local de todos e para todos” comenta o egresso.