fbpx

Alunos da rede municipal de ensino aprendem pela TV com egressos da UniSecal

Foto: Anderson Luiz Cruz, egresso do curso de Pedagogia.

Por: Dani Ribeiro
Supervisão: Rodolpho Bowens

Ex-alunos do Centro Universitário integram equipe do ‘Programa Vem Aprender’, transmitido pela TVE Ponta Grossa

Em Ponta Grossa, os alunos da rede municipal de ensino dão continuidade no aprendizado e mantêm o contato com os professores por meio do ‘Programa Vem Aprender’, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação (SME) em parceria com a TVE Ponta Grossa. A força-tarefa envolve cerca de 200 professores que participam diretamente da pesquisa, produção de atividades, planejamento e gravação das aulas. Alguns deles, egressos do curso de Pedagogia da UniSecal, contaram como tem sido esse novo desafio na carreira.

Além de alguns quadros fixos, o programa leva ao ar diariamente 11 aulas. A programação não substitui o calendário acadêmico, mas todo o material segue a matriz curricular de ensino com disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Formação Humana/Ensino Religioso, Educação Física, Arte, Literatura, Musicalização e Educação Infantil. Além disso, os docentes também utilizam grupos no aplicativo de mensagens WhatsApp para reforço do conteúdo, dúvidas e relacionamento com alunos e responsáveis.

Desafios

Quem escolhe ensinar sabe que desafios são constantes na profissão, mas estar em frente às câmeras e sem os alunos presentes é uma novidade para muitos como explica o docente Anderson Luiz Cruz. “Gravar em estúdio é a primeira experiência. Momento esse muito rico e valoroso, pois faz com que possamos ir além das entrelinhas”, explica o ex-aluno da UniSecal.

Professora Andressa durante a gravação das aulas.

A professora Andressa Rafaela Rodrigues já tinha uma pequena experiência adquirida quando trabalhava no comércio e, às vezes, precisava anunciar os produtos em um programa de TV, e também durante a faculdade, quando em alguns eventos institucionais concedeu algumas entrevistas para alunos de jornalismo. Desenvolta em frentes das câmeras, para ela a maior dificuldade tem sido estar longe dos alunos.

“O maior desafio que eu considero é a distância, a ausência da interação professor/aluno. O estudante não estar ali, presente respondendo aos questionamentos e possibilitando que a gente confira a aprendizagem, tire dúvidas, auxilie, acompanhe”, comenta a educadora.

Mesma situação relatada pela professora Vânia de Andrade, que ultimamente trabalha mais nos bastidores do projeto com a produção de slides, materiais, reforço, entre outros. “O maior desafio é saber se realmente estamos atingindo o nível de aprendizagem esperado através dos objetivos prescritos na matriz curricular, visto que não podemos observar o desenvolvimento diário como nas aulas presenciais”, destaca a ex-aluna da UniSecal.

Tecnologia

Além das aulas pela TV, os professores também desenvolvem um trabalho paralelo pelo WhatsApp. Por meio do aplicativo, eles gerenciam grupos de recados com os responsáveis, enviam atividades extras e também de reforço escolar para quem relata dificuldades na aprendizagem. Para alcançar todos os objetivos, Vânia precisou ir atrás de novos recursos.

Professora Vânia apresentando conteúdo auxiliar pelo TikTok.

“Se necessário ajudamos por vídeo. No início não sabia nem editar [vídeo], aí tive que pesquisar e baixar vários aplicativos. Antes não fazia a mínima ideia do que era chroma key, até baixei o TikTok, pois tem recursos que permitem colocar imagens de fundo e facilitam a explicação”, conta a professora.

Para Andressa, a formação prática e com atenção para os avanços tecnológicos vistos na faculdade são fundamentais neste momento. “Na hora de planejar as atividades buscamos os embasamentos teóricos, as questões práticas e de confecção de materiais. Também tivemos uma disciplina que focava no uso das tecnologias em sala de aula e que abordou o ensino a distância. Inclusive, uso como base essa disciplina em como me comportar, o movimento com as mãos, roupas, acessórios, maquiagem, cabelo que uso nas gravações”, cita a ex-aluna da UniSecal.

Pedagogia

Para a coordenadora e professora do curso de Pedagogia da UniSecal, Ma. Perla Cristiane Enviy, ver os ex-alunos se destacando no mercado é motivo de orgulho e gratidão.

“Aristóteles dizia que ‘O verdadeiro discípulo é aquele que supera o mestre’. Ver nossos egressos superando os limites de sala de aula em um período em que todos os professores tiveram que criar e aprender novas formas de ensinar só nos mostra que estamos formando alunos autônomos e criativos capazes de se reinventar sempre que necessário”, destaca a docente.

O curso de Pedagogia da UniSecal está há quase duas décadas formando profissionais preparados para o mercado de trabalho, que estão inseridos em diferentes esferas educacionais da nossa região. Mais informações sobre o curso no site da Instituição.

 

Conteúdos relacionados:

UniSecal firma parceria com o TRE e torna-se ‘Amiga da Justiça Eleitoral’.

Cursos da UniSeca Digital estão com as inscrições abertas.

UniSecal oferece novo curso livre sobre ‘Questões de Gênero’.