fbpx

Alunos de Grupo de Estudo publicam artigos em periódicos científicos

Foto: Camila Berlim (esquerda) e Rafael Cantelle (direita).


Por: Dani Ribeiro
Supervisão: Rodolpho Bowens


Camila Berlim Schneider e Rafael Cantelle Moreira começaram suas pesquisas no grupo ‘Direito e Política: enfoques críticos à democracia’

A cada semestre os alunos do curso de Direito da UniSecal têm a oportunidade de aprofundar o conhecimento e desenvolver trabalhos científicos por meio dos Grupos de Estudos e Pesquisa (GEP). Uma das seis linhas existentes é destinada ao estudo do Direito e Política, sob a coordenação do professor Me. Pedro Fauth Manhães Miranda.  Nos últimos meses, dois acadêmicos do grupo, Camila Berlim Schneider e Rafael Cantelle Moreira tiveram suas pesquisas publicadas.

Camila entrou no Grupo de Pesquisa no segundo semestre de 2019, já focada em estudar o reflexo das mídias sociais na sociedade e no Direito. “Com as eleições de 2018, e a forte influência das redes no resultado final, o grupo de Direito e Política se tornou uma excelente alternativa para discussão e aprofundamento dos meus estudos”, conta a aluna da UniSecal.

A estudante já teve dois artigos publicados. ‘Vigilância digital como instrumento de promoção da segurança pública‘ saiu na revista Publicatio e ‘Vigilância e segurança pública: preconceitos e segregação social ampliados pela suposta neutralidade digital‘ foi publicado nessa quarta-feira, 30 de setembro, na revista Emancipação. Ambos os periódicos buscam socializar o conhecimento científico sobre temas pertinentes às Ciências Sociais Aplicadas.

Na pesquisa mais recente, o objetivo da acadêmica foi de desenvolver um estudo sobre as formas de vigilâncias digitais implementadas no mundo, por meio de tecnologias de inteligência artificial e de banco de dados.

“A questão central é que, em muitos casos, em nome da garantia da segurança pública, essas técnicas de vigilância amplificam preconceitos e estereótipos já enraizados na sociedade”, comenta Schneider.

A aluna continua. “Entre os efeitos encontrados estão o racismo cada vez mais intensificado e a revelação de uma forma de segregação social altamente seletiva. E, ao observar as notícias diárias, fica clara a atualidade do tema discutido, uma vez que essas tecnologias já estão presentes e aplicáveis no Brasil”, explica a estudante.

Aprendizado

Rafael, aluno do 6º período de Direito, teve o artigo ‘Democracia e constituição no Ocidente‘ publicado no Brazilian Journal of DevelopmentO trabalho, que fala da evolução do constitucionalismo, foi produzido em parceria com mais duas estudantes de outras instituições. “Entrei no Grupo de Estudo de Direito e Política porque gosto muito de ler, estudar e tenho afinidade com o tema. O desenvolvimento da pesquisa foi muito bom no sentido de que fui bem orientado pelo professor Pedro”, relata o estudante.

O periódico The Brazilian Journal of development é uma iniciativa de professores brasileiros que, de forma independente, busca disseminar conhecimentos na área de desenvolvimento, tanto nacional quanto internacionalmente.

GEP

Para Pedro, professor orientador das três pesquisas, a participação dos acadêmicos nos grupos é um diferencial na formação deles.

“Ela viabiliza a pesquisa, tendo por objetivo expandir a teoria presente na sala de aula para campos mais práticos e/ou interdisciplinares. Veja que os trabalhos publicados relacionam direito com tecnologia e com história, o que seria impossível de aprofundar em sala. Deste modo, a formação do aluno é complementada, tornando-o mais crítico e atento para conexões não somente jurídicas”, destaca o docente.

Sobre os resultados alcançados pelos orientandos, o professor demonstra gratidão, principalmente pelo fato de as pesquisas serem compartilhadas com a comunidade de fora da academia. “Esta é, afinal, a função social de qualquer instituição de ensino: democratizar conhecimento”, enfatiza.

Os Grupos de Estudo e Pesquisa do curso de Direito da UniSecal são divididos em seis linhas: Biodireito; Direito e Política; Direito Processual Civil; Direito Processual Penal; Procedimentos Especiais no Processo Civil; e Sociologia do Direito. Os objetivos e metodologias de cada grupo estão disponíveis no site da UniSecal.

 

 

Conteúdos relacionados:

Delegado de PG conversa com alunos da UniSecal sobre a carreira policial.

Curso de Direito promove palestra sobre a participação feminina na política.

Grupos de Estudo e Pesquisa do curso de Direito estão com inscrições abertas.