Quais as possibilidades de atuação do assistente social?

Existem muitos mitos e dúvidas em relação à atuação profissional do assistente social. Muitos pensam que se trata de um trabalho voluntário, principalmente vinculado a alguma instituição religiosa. No entanto, o serviço social se constitui em uma profissão regulamentada através da Lei 8.662/93, na qual as pessoas somente podem atuar a partir da formação em nível de graduação, ou seja, por meio do ensino superior.

O curso é de quatro anos, e o processo de formação é realizado através da oferta de disciplinas, de atividades de extensão, pesquisas e realização de estágios, de forma a respeitar as diretrizes para a oferta do curso e possibilitar a formação profissional coerente com os princípios éticos estabelecidos e desafios postos para a atuação dos profissionais.

O campo de atuação para os assistente sociais é bastante diversificado e vem se ampliando de forma crescente nos últimos anos. Para você que pensa em cursar Serviço Social, selecionamos algumas possibilidades que esse mercado de trabalho oferece:

1 – Políticas públicas

Atualmente o principal campo de atuação dos assistentes sociais é nas políticas públicas. Através dos diversos órgãos e setores que materializam a possibilidade de acesso aos direitos sociais estabelecidos, a exemplo das políticas de saúde, assistência social, educação, previdência social, habitação e setores da segurança pública como penitenciárias por exemplo. A forma de ingresso nestes campos de atuação profissional se dá através de concursos públicos, testes seletivos e contratos temporários quando se tratam de órgãos públicos seja em âmbito municipal, estadual ou federal. Os profissionais podem atuar nos processos de gestão, formulação, implementação, execução e avaliação de políticas públicas, bem como, elaboração de planos e projetos.

Pode ser requisitado também a atuação em situações de emergência e calamidade pública.

2 – Organizações da Sociedade Civil

Outro espaço importante de atuação profissional para os assistentes sociais são as Organizações da Sociedade Civil – ONGs que executam políticas sociais. Nestes espaços, os assistentes sociais podem ser contratados para atuar nos processos de gestão, elaboração de planos de projetos e para garantir o atendimento e acesso da população aos serviços e benefícios que são oferecidos em cada órgão.

Alguns exemplos são: serviços de acolhimento para crianças e adolescentes, serviços de acolhimento para idosos, serviços de convivência e fortalecimento de vínculos, entidades de garantia de direitos, observatórios sociais, escolas e instituições voltadas para a pesquisa ou desenvolvimento regional.

3 – Empresas

No processo de gestão de pessoas, no recrutamento e seleção, acesso aos benefícios oferecidos pela empresa, melhoria do clima organizacional, atividades individuais e coletivas com os funcionários, familiares e comunidade em geral.

4 – Na área Jurídica

Nos Tribunais de Justiça, Ministério Público, Defensorias Públicas e Sistemas prisionais. A atuação deve ocorrer na busca de garantia de direitos dos usuários nos diversos espaços de atuação, como alguns exemplos citamos: as práticas restaurativas, de garantia do direito de famílias, dos direitos de crianças e adolescentes, idosos, mulheres, população LGBT, população indígena, migrantes e pessoas com deficiência.

5 – Assessoria e consultoria

O assistente social pode prestar assessoria e consultoria em qualquer dos campos apresentados anteriormente. A partir de um processo de formação consistente e de experiência obtida através da atuação profissional que possibilite contribuição efetiva no desenvolvimento e aprimoramento dos processos de trabalho do próprio assistente social, bem como, de outros profissionais, a partir de uma atuação multidisciplinar.

Se essa é a carreira que deseja atuar, você pode saber mais sobre o curso de Serviço Social da UniSecal em nosso site. Lá você vai ver quais disciplinas irá cursar e mais informações sobre o curso.



1
Olá 👋
Podemos te ajudar?
Powered by